Skip to content

Faça seu Pão Pandoro e arrase na cozinha!





Ah! O Pandoro!! Doce e amanteigado! Macio e perfumado!

Certamente, esse pão italiano faz sucesso toda vez que aparece!

Todo pandoro é bom, não há como negar.

Você conhece esse pão italiano?

Ele lembra o panetone. No entanto, é muito diferente. O Pandoro italiano clássico não contém frutas cítricas nem uvas passas em seu interior e é mais alto que o panetone.

Há versões que acrescenta à massa chocolate, frutas secas cristalizadas ou ervas aromáticas. Mas… o pandoro original é feito apenas de farinha de trigo, fermento, ovos, manteiga e açúcar.




Esse pão tem a forma de uma estrela e leva açúcar de confeiteiro polvilhado por cima. Ainda, o processo de fermentação é mais longo, em relação aos demais pães, e ocorre várias vezes, 7 ou 8 vezes.

Você quer preparar um delicioso pandoro em sua casa?

Confira as respostas que demos às perguntas mais frequentes feitas por pessoas que se iniciaram na arte de assar pandoro. Ainda, confira a receita quentinha que preparamos para você!

Qual a origem do pão pandoro?

Pandoro
Faça seu Pão Pandoro e arrase na cozinha!

O pão pandoro é um pão doce de origem italiana, mais especificamente, de origem da região de Verona. A receita original é atribuída à um homem, cujo nome foi Domenico Melegatti, e data de 1894.




Pandoro ou “pane d’oro” do italiano pode ser traduzido em língua portuguesa como “pão de ouro”. A origem do significado do nome levanta suposições, mas sabemos bem que esse pão brilha!!

Qual a receita original do pandoro?

Você pode preparar o seu pandoro com suas próprias mãos! Em casa!

Confira pandoro receita original.

Ingredientes para o pré fermento:

  • 170 g de farinha de trigo;
  • 8 g de fermento biológico fresco;
  • uma gema de ovo;
  • 1∕2 colher (de chá) de essência de baunilha;
  • 1∕2 colher (de chá) de mel;
  • 200 ml de água morna;

Modo de preparo:

  • Em uma jarra, dissolva o fermento na água morna;
  • Em uma tigela, coloque a farinha, a gema, a baunilha e o mel;
  • Adicione aos poucos a mistura de água e fermento dissolvido à mistura da farinha, mexendo para incorporar tudo.
  • Depois que incorporar todos os ingredientes, cuba a massa com um filme plástico e deixe descansar.

Agora, prepare a massa.




Ingredientes da massa:

  • 200 g de farinha de trigo;
  • 180 g de açúcar (de confeiteiro ou em pó);
  • 190 g de manteiga;
  • 1 ovo inteiro e mais 3 gemas de ovos;
  • 3 g de sal.

Modo de preparo da massa:

  • Logo que o pré fermento crescer e dobrar de tamanho, colocá-lo na batedeira em velocidade baixa e com o batedor de massa;
  • Acrescente aos poucos a farinha e os ovos, ora um ora outro, e deixe batendo até incorporar tudo;
  • Acrescente aos poucos a manteiga e o açúcar, ora um ora outro, e deixe batendo até incorporar;
  • Desligue a batedeira e cubra a tigela com a massa, com um filme plástico e deixe descansar, até dobrar de tamanho;
  • Coloque a massa sobre a bancada;
  • Abra a massa com as mãos, e faça dobras da massa sobre ela mesma, puxando as bordas e levando para o centro, em uma sequência que rode a massa no sentido horário, uma volta completa;
  • Coloque a massa em uma assadeira de formato de estrela (própria para assar pandoro) com a parte lisa para cima e deixe descansar até dobrar de tamanho;
  • Pré aqueça o forno a 200 graus;
  • Leve o pão ao forno;
  • Deixe assar a 200 graus por 8 minutos e depois abaixe a temperatura do forno para 170 graus, deixando assar por mais 40 minutos ou até assar completamente;
  • Retire do forno, espere esfriar um pouco e desenforme;
  • Coloque em uma bandeja com a parte mais estreita virada para cima;
  • Polvilhe açúcar de confeiteiro sobre o pandoro com o auxílio de uma peneira.




Pronto!

Eis que surge um belíssimo pandoro feito por você!

Se você quiser um pão mais aerado e fofo, faça mais dobras com o tempo de descanso de 10 minutos entre uma volta completa e a próxima volta.

Faça no máximo 8 voltas.

Com o que combina comer este tipo de pão?

O pandoro é um pão doce que, normalmente, é servido em datas especiais, tradicionalmente, no Natal, como sobremesa.

Assim, ele é servido após uma ceia, uma refeição caprichada, com entrada e prato principal. Sendo o pandoro o último a ser servido.

Combinam com esse pão: frutas frescas e secas, castanhas, amêndoas, mel e chocolate.

Bebidas como espumante combinam com esse pão amanteigado. Ainda, para uma versão não alcoólica: um suco de fruta cítrica!

Pandoro é bom

Qual a diferença entre panettone e pandoro?

Pode haver alguém desavisado que confunda pandoro e panetone, pois são pães doces preparados e servidos especialmente para a importante data do Natal.

Mas esses pães italianos são muito diferentes. Além dos formatos diferentes:

  • a receita clássica de pandoro não leva frutas secas, nem frutas cristalizadas. Já o panetone, sim.
  • o pandoro é amanteigado; o panetone, não;
  • o pandoro é aerado; já o panetone é denso;
  • a fermentação da massa do pandoro é longa e ocorre em várias sessões; já a do panetone, não.

Ainda, o panetone é muito mais antigo. E a origem dos dois pães são distintas; o pandoro é original de Veronan e o panetone é de Milão.

Pandoro recheado, como fazer?

Para fazer pandoro recheado, você pode incorporar à massa ingredientes doces, tais como:

  • gotas de chocolate;
  • frutas cristalinas;
  • frutas secas;
  • amêndoas e sementes;

Ou outros ingredientes que você preferir. Você poderá adicionar os ingredientes à massa no momento que estiver fazendo as dobras da massa.

Se forem várias voltas, várias dobras, adicione os ingredientes na última volta!

Agora, você pode preparar o seu pandoro com suas próprias mãos!

E não precisa esperar uma ocasião especial, como o Natal, para se dar ao agrado de comer essa delícia. Afinal, antes da data comemorativa… tem que ser adquirida a prática para assar um magnífico pandoro!

Mãos na massa!!

Conta para nós a sua experiência. Você gostou desse artigo? Comente e compartilhe com os amigos. E, não deixe de conferir esse vídeo e acessar o blog → Pão Caseiro: